Dia do Samba em Salvador

Standard

Debates e shows marcam a 36a edição do evento que acontece entre 27 de dezembro e 2 de dezembro, no Palácio Rio Branco e na Praça Municipal

# Informação via «Blogmetropolitano».

Instituído em 1963 e comemorado em praça pública desde 1972, o Dia do Samba será marcado este ano, em Salvador, por pompa e circunstância, direito à polêmica e, é claro, muito samba no pé. Além de reunir para os shows grandes nomes da música popular, como Gilberto Gil, D. Ivone Lara, Luiz Melodia, Nei Lopes e Neguinho da Beija-Flor, os organizadores pretendem gerar um debate nacional acerca das origens deste ritmo musical: Afinal, o samba nasceu ou não na Bahia?

A proposta é, segundo revela o canto e compositor Edil Pacheco, um dos criadores do evento, promover uma grande discussão e reflexão entre sambistas e estudiosos do ritmo sobre as origens, a importância e as perspectivas do samba na Bahia e no Brasil, além de estimular o interesse do público jovem pelo gênero.