Lusofonia

Página

A APCAB e a Lusofonia

O tema da «Lusofonia» tem ganho considerável importância no seio da APCAB, graças à consciência pluridimensional da atuação no seio de um contexto que não é apenas afro-brasileiro ou luso-afro-brasileiro mas também é lusófono. Obviamente que essa reflexão não vem independente de uma abordagem nova, reconstruída, reconfigurada do velho paradigma lusófono. Assume, pois, que a lusofonia é muito mais do que as estratégias comerciais e políticas dos países da CPLP, e tem uma dimensão cultural maior do que a velha exportação portuguesa para os países de língua portuguesa. Há hoje o caldo social e cultural necessário para se falar de uma nova identidade lusófona, feita de contactos culturais e humanos, em condições diversas, inconsciente mas profundamente dinâmica. É forçoso redefinir as estruturas de análise da lusofonia e dotá-la de verdadeiros programas políticos capazes de fortalecer verdadeiramente o espaço lusófono, sem perpetuação das estruturas de base.

Deste modo, a APCAB, olhando de frente o conceito de Lusofonia, propõe-se a abordar os seguintes vectores:

# redefinição da identidade portuguesa à luz da experiência inter-racial e intercultural de que a lusofonia é palco. Portugal, país de origem da lusofonia vive hoje uma dinâmica alteração da sua identidade-base, fruto da imigração africana e brasileira que vêm alterar os padrões de consumo artístico, a linguística, a gastronomia, a fé, a música, e a expressão básica de vivência social.

# Os media necessitam de estar mais atentos ao conceito da lusofonia, abrindo as suas portas ao diálogo e debate reflexivo em torno das temáticas da nova identidade lusófona e espaço partilhado.

# diplomacia lusófona tem de abrir as suas portas ao diálogo intercultural e não tão somente às parcerias político-estratégicas. Os representantes legais dos países da CPLP em Portugal, têm o dever de promover iniciativas que visem abordar a reconstrução do espaço cultural e identitário lusófono, cabendo recuperar atavismos culturais antigos e trazê-los para o presente como matéria de diplomacia.

# A História de Portugal contada aos jovens não inclui a verdadeira miscigenação étnica e cultural. É fundamental introduzir na disciplina de português o estudo de Machado de Assis e Mia Couto, entre tantos outros, por forma a formar uma verdadeira consciência literária lusófona, à imagem do que acontece no Brasil. O ensino de formação cívica deve conter a promoção do diálogo intercultural, formando cidadãos livres de preconceitos.

One thought on “Lusofonia

  1. Ola amigos boas noites eu sou Miguel Angelo e sou o responsavel por um site que visa a divulgação da cultura portuguesa e a cerca de 2 meses temos tambem uma radio que transmite musica 100% em portugues bem ate nos e ajuda nos a divulgar a cultura portuguesa

    Radio Portugal Musica 100% em Portugues

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s