√ Ìwà Pęlę – o bom carácter

Para o povo Yorubá, o carácter do sujeito é de uma importância extrema, pois ditará a sua socialização e actuação social. O “bom carácter” é traduzido na língua yorubá por Ìwà Pęlę. O bom carácter significa uma postura individual de cordialidade com os demais indivíduos do todo social. A paz interna é um valor extremamente importante para o povo Yorubá. Assim, Ìwà Pęlę é o mais valorizado valor ético-moral, adquirindo ainda um claro valor religioso, ao significar uma postura verdadeira, sincera e cordial com o plano terreno e o plano do sagrado.

Na mitologia de Ifà, Ìwà é uma mulher de rara beleza que, depois de se divorciar de vários deuses, acabou por casar com Orúnmílà. Contudo, mais nenhuma virtude possuía do que a sua beleza. Falava demais, era preguiça e irresponsável. Orúnmílà acabou por se cansar de Ìwà e mandou-a embora. Depois disso, Orúnmílà, sentiu a falta de Ìwà, compreendendo que não poderia viver sem ela. Essa dúbia atitude levou-o a perder a sua capacidade divinatória e com isso o respeito geral. Um dia Orúnmílà vestiu-se de Egúngún e saiu à procura de Ìwà. Foi de porta em porta dos 16 Odu de Ifà, cantando na porta de cada um:

 

“Grande Sacerdote de Ifá de Ajeró,

Adivinho de Ajeró,

Onde viu Ìwà, diga-me,

É Ìwà que procuro.

Se você tem dinheiro mas não tem Ìwà,

O dinheiro não é seu;

Ìwà é a pessoa que eu procuro.

 

Se alguém tem filhos mas não tem Ìwà,

As crianças pertencem a outra pessoa;

Ìwà, Ìwà é quem nós procuramos…

 

Se temos uma casa mas não temos Ìwà,

A casa não é nossa, é de outra pessoa.

Ìwà, Ìwà é o que procuramos.

Se você tem roupas mas tem falta de Ìwà,

As roupas pertencem a outra pessoa.

Ìwà, Ìwà é o que procuramos.

 

Todas as coisas boas da vida que um homem possui,

Se ele perder Ìwà, elas passam a pertencer a outra pessoa.

Ìwà, é o que estamos à procura.”

 

Depois de muito procurar, Orúnmílà encontrou Ìwà casada com Olójo, ao cantar na porta deste. Olójo abriu a porta mas recusou entregar-lhe Ìwà. Na briga por Ìwà, Orúmílà bateu em Olójo com uma perna de cabra que havia sacrificado antes de partir em busca de Ìwà. O impacto atirou Olójo para longe. Orúnmílà levou Ìwà para casa.

 

**

Daqui se conclui que os homens devem cultivar o seu carácter como cuidam das suas mulheres, pois só ela representa a dualidade da vida (amor e beleza versus fraqueza, falsidade e deslealdade). Manter a sua mulher do mesmo modo que se mantém o bom carácter. O folclore diz que as mulheres podem ser bruxas e perigosas, mas que a sociedade não pode funcionar sem elas. Do mesmo modo pode ser complicado manter o bom carácter, mas a verdadeira felicidade não existe sem ele, por isso o homem deve estar disposto a enfrentar situações difíceis (ègbin = sujas). A canção, ao comparar Ìwà a bens materiais, está a dizer-nos que possuir bens sem tem carácter não tem valor, pois perderá esses bens para alguém com Ìwà Pęlę.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s