Zumbi dos Palmares

Standard
No ano de 1600, negros fugidos ao trabalho escravo nos engenhos de açúcar de Pernambuco, fundam na serra da Barriga o quilombo de Palmares; a população não pára de aumentar, chegarão a ser 30 mil; para os escravos, Palmares é a Terra da Promissão ou Prometida.

Em 1630 os holandeses invadem o Nordeste brasileiro. Em 1644, tal como antes falharam os portugueses, os holandeses falham a tentativa de aniquilar o quilombo de Palmares. Em 1654, os portugueses expulsam os holandeses do Nordeste brasileiro. Um ano depois, 1655, nasce Zumbi, num dos mocambos de Palmares.

Por volta de 1662 Zumbi é aprisionado e entregue a criar ao Padre António Melo, é baptizado com o nome de Francisco e aprende o português e o latim. Em 1670 Zumbi foge e regressa a Palmares. Cinco anos depois – 1675 – na luta contra os soldados portugueses, comandados pelo Sargento-mor Manuel Lopes, Zumbi revela-se grande guerreiro e organizador militar.

No ano de 1678, a Pedro de Almeida, Governador da capitania de Pernambuco, mais interessa a submissão do que a destruição de Palmares; ao chefe Ganga Zumba propõe a paz e a alforria para todos os quilombolas; Ganga Zumba aceita; Zumbi é contra, não admite que uns negros sejam libertos e outros continuem escravos. Em 1680, Zumbi impera em Palmares e comanda a resistência contra as tropas portuguesas. Em 1694, apoiados pela artilharia, Domingos Jorge Velho e Vieira de Mello comandam o ataque final contra a Cerca do Macaco, principal mocambo de Palmares; embora ferido, Zumbi consegue fugir. A 20 de Novembro de 1695, denunciado por um antigo companheiro, Zumbi é localizado, preso e degolado.

Apesar de assassinado, Zumbi permanece símbolo da resistência africana, para sempre.

Anúncios

2 thoughts on “Zumbi dos Palmares

  1. Olá , somos o Grupo Imagem Núcleo de Fotografia de Vídeo de Sorocaba e Associação Cultural e Beneficente de Votorantim , gostaria mos de pedir a ajuda desta conceituada associação para que nos ajude a divulgar o V Salão Nacional de Fotografias “Brasil Afro”
    Esta a ação é uma maneira de divulgar novos trabalhos e ao mesmo tempo serve como intercambio cultural. “Nesta mostra fotográfica queremos levar ao público uma parcela significativa da produção fotográfica do país, possibilitando o intercambio entre os fotógrafos dos diversos estados brasileiros, bem como divulgar novos talentos”,
    O V Salão Nacional de Fotografias – “Brasil Afro”. tem como tema “Brasil Afro”, onde o objetivo é provocar fotógrafos amadores e profissionais a registrar os abetos, costumes e tudo que se refere à cultura afro, bem como os próprios afros descendentes ..
    O regulamento e o relise esta no Blog http://www.brasilafro2010.blogspot.com/
    Agradecemos a ajuda e o apoio .
    Axé a todos
    Werinton Kermes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s